Sobral de São Miguel

Sobral de São Miguel é uma freguesia do concelho da Covilhã, contando com uma área de 22,37 km2 de área assim como com 418 habitantes (2011). Esta freguesia compreende, no entanto, dois lugares urbanos distintos, sendo a aldeia do Sobral de São Miguel o núcleo mais importante, desempenhando funções de sede de freguesia, e o lugar do Pereiro, o qual dista 4,5km da aldeia.

A origem desta aldeia remonta à era romana e esteve sempre associada à rota do sal. Mais tarde, todavia, foi desenvolvida com a atividade das Minas da Panasqueira com a exploração do volfrâmio, um dos melhores metais do género do mundo.

Sobral de São Miguel, covilha, Aldeias Vivas
Conhecida como o coração do xisto, em Sobral de São Miguel os seus habitantes mantêm as tradições bem presentes, sendo esta aldeia um verdadeiro museu vivo.

O nome desta aldeia deriva do latim Suberale que designa terreno onde crescem sobreiros. Porém, o seu nome nem sempre foi Sobral de São Miguel, tendo pertencido até 1888 a Casegas, tornando-se posteriormente a esta data independente administrativamente. No entanto, continuou a possuir o nome Sobral de Casegas até 1970 passando neste ano a denominar-se Sobral de São Miguel depois do dia 27 de Fevereiro de 1970.

É conhecida como o coração do xisto, os seus habitantes mantêm as tradições bem presentes, sendo esta aldeia um verdadeiro museu vivo. Mesmo ao pé da Serra do Açor, é evidente este aglomerado de construções em xisto, sendo este, inegavelmente, um local ideal para passeios pedestres e para desfrutar de experiências únicas.

Património

  • Igreja de São Miguel (Matriz)
  • Capela de Santa Bárbara
  • Capela de Nossa Senhora da Boa Viagem (Pereiro)
  • Alminhas
  • Ponte do Lagar Fundeiro, Ponte dos Canutchos e Ponte do Bairro da Ponte;
  • Fonte da Ponte
  • Chafariz centenário de duas bicas
  • Fonte do Ribeirinho
  • Chafariz de uma bica
  • Fontanário do Largo do Cabecinho
  • Eira comunitária e Tronco do Ferrador
  • Nora
  • Moinhos comunitários (nas ribeiras do Carvalho e do Porsim)
  • Lagar
  • Fornos comunitários
  • Regueiras de carros de bois
  • Gravuras rupestres, Mamoa e Mina dos Mouros
  • Ribeira do Porsim, Zona Balnear, Cascata do Vale das Vacas Porta dos Mouros; Fragão da Ursula da Cabrieira.
Partilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *