Ferro: Dos vestígios da era romana à produção de cereja

A freguesia do Ferro tem uma área de 30,76 km² e cerca de 1700 habitantes (2011). Está situada a Sudoeste do concelho e perto da margem esquerda do rio Zêzere. Encontra-se a 11 km da Covilhã.

É composta pelos lugares de Freixo, Lameiras, Madeira, Monte Serrano, Penedia, Rasas, Ribeiro do Moinho, Semaria, Sítio do Marujo, Sítio da Póvoa, Sítio do Ribeiro de Linhares, assim como Souto Alto.

O povoamento desta freguesia ascende à época romana, uma vez que terá sido mesmo este povo que deu nome à povoação, através da palavra latina Ferrum. Sabe-se como os romanos, nas terras que conquistavam, aproveitavam os recursos minerais do subsolo, e também a riqueza desta região nessa matéria. Assim, não será de espantar que o topónimo tenha exatamente a ver com essa realidade da freguesia.

Ferro, Covilhã, Aldeias Vivas

A cereja tem uma enorme importância na economia local, uma vez que há mais de 60 agregados familiares a viverem desta atividade. É nesta zona que se situa o maior pomar contínuo de cereja a nível nacional, com cerca de 56 hectares. Criou-se um Centro Interpretativo da Cereja, onde se pretende divulgar a cereja do Ferro.

Património

  • Igreja Matriz
  • Capela do Sagrado Coração de Maria
  • Capela do Espírito Santo
  • Sepulturas romanas

Fontes: [1],[2]

Partilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *