Beira Interior tem 49 mil hectares de agricultura biológica

Há quase três mil explorações com produção biológica na Beira Interior, algumas das quais com projetos comercialmente bem sucedidos. Idanha é o concelho da região com maior área de agricultura biológica

Na Quinta das Mentas, no Ladoeiro (Idanha-a-Nova), as mais de trinta variedades de ervas aromáticas já deixaram de produzir com a chegada do frio e a renovação das plantas só se voltará a fazer na primavera. Com a terra em pousio, as energias são agora canalizadas para a monda das ervas daninhas, para a colheita da azeitona e para o embalamento das plantas, dando resposta às encomendas dos clientes. À frente da exploração estão Henrique Manso e a companheira Rosário Martins, que mudaram de geografia e de vida para se dedicarem à agricultura biológica.

Doze anos depois de terem trocado a Grande Lisboa pela Beira Interior e a engenharia eletrotécnica pela vida no campo, Henrique e Rosário lideram um projeto de sucesso, dedicando-se, exclusivamente, à produção de plantas aromáticas (condimentares e para chás). Tiveram muito trabalho e dores de cabeça até conseguirem ver as “Ervas da Zoé”, (Zoé é uma palavra grega que tem a ver com vida) devidamente consolidadas no mercado biológico.

“A marca está difundida por todo o país e tem inclusivamente alguns pontos de venda em países como Alemanha, Inglaterra e França”, afirma Henrique Manso. “As nossas aromáticas estão no mercado bio, em hotéis, mercearias tradicionais ou lojas de grandes superfícies.” Há dois anos e meio, o casal deu mais um passo no caminho do sucesso, abrindo uma loja especializada em produtos biológicos — a “Terra Bio”— situada na Avenida Cidade de Zhuhai, em Castelo Branco, e que foi “pioneira na região”. Tem à venda perto de duas mil variedades de produtos, desde pão, legumes, frutas, produtos lácteos, massas, arroz, feijão, doces, produtos vegan e vegetarianos, cosméticos, utensílios, alimentação animal e muito mais, atraindo diferentes públicos.

Fonte: jornaldofundão

Partilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *